terça-feira, 29 de julho de 2008

Dia de Merda!

Eu já escrevi sobre alguns tipos de dia. Teve o Dia de Roupa Ruim, o Dia Perfeito, O Dia que você acorda magra, etc. Mas hoje eu quero relatar o Dia de Merda!

Depois de ter um domingo feliz, com direito a purê de batatas e top sundae eu fui deitar alegrinha. Pronto acaba aqui a brincadeira. Não dormi bem, tive um sonho péssimo, daqueles que traz memórias ruins e você acorda mal e passa o dia tudo com cara de cú. Mas blz, ainda assim seria possível reverter.

Não fosse, claro, a surpresa que tive durante a higienização bucal matinal de que minha obturação estava caindo. Ó que beleza! Mas ok, segue. Fui para o trabalho lutando contra a vida e logo de saída já tomei uma invertida do boss. Ok, enter!

Lá pelas 14h, morrendo de dor de dente, não dava mais para fingir que não era comigo. Tinha que ir ao dentista. Eu ODEIO dentista! Mesmo, quese mais do que lagartixa.

Depois de ligar para 350 consultórios achei um que pudesse me atender imediatamente. Ãhã, fiquei 1 hora na sala de espera vendo a barriga do Ronaldinho na Caras véia.

Até que fui atendida e aí que vem a melhor notícia. Não foi uma simples obturação que caiu como eu imaginava. Foi O DENTE QUE QUEBROU! Sim, meu dente quebrou de tanto bater no debaixo. Pensei, eu devo ser um urso! Porque só um ser que rói fêmur consegue quebrar a parte de DENTRO do segundo molar superior!

Pensa que acabou? Nãaaaao! O conserto da bagaça vai ficar em 402 REAIS! Chuuuupa essa manga! Segundo a dentista, uma fofa por sinal, se fosse a parte de fora sairia MUUUUITO mais barato. Lóoooooogico!

Depois disso, pra fechar com chave de alumínio eu tive algo que não tinha há séculos: insônia. Agora tô aqui, com sono e duas pochetes em baixo dos olhos, mas feliz. Porque, pelo menos, o dia de merda acabou!


Ache o primeiro molar superior!

5 comentários:

rancorizando disse...

Detesto dentista. E cada vez mais, a vida só me dá motivos, pessoais ou não, para odia-los.
dia de merda.

Anônimo disse...

Guriaaaaa, fazia tempo que eu não lia algo tão engraçado...
Esse monte de palavrão? Com quem tu aprendeu isso?! Rssss, eu adorei, tu tá escrevendo muitoooo... Tem que lançar umas crônicas por aí, pois tô lendo muita porcaria de um certo povo que acha que escreve alguma coisa...
Te amo!
Jau

gremunhoz disse...

ahahahah, Lara... eu sei que a história é triste, mas só você pra brincar com essas coisas e ainda colocar uma imagem dessas no blog. Me parto de risa, hermana! ;-))

rodrigoh disse...

dias intensos que não terminam nunca - odeio mais que bactéria

Anônimo disse...

Lara, boa tarde minha querida!
Olha só se não fosse esse seu dia de merda eu não teria idéia onde morava essa tal segundo molar dentro da minha boca!
Agora eu já sei o cep do infeliz e também sei onde a minha dentista deixou um elástico para abrir mais espaço para a maldita bandagem!
Obrigado
Daniel Espateco
twitter.com/@danielespateco