quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Como assim?

Bem, nem paulistana eu sou. Mas como a maioria das pessoas que moram aqui, essa foi a terra que escolhi para chamar de minha. E apesar de todos os contras, eu gosto e defendo o lugar e as pessoas daqui.

Olha só porque:



Este é o cruzamento entre as ruas JK e Faria Lima, em SP, ontem a tarde durante a chuva.

E na sequência eu leio a seguinte manchete:
PAULISTANO INICIA O ANO COM HUMOR EM ALTA E ATINGE 142,8 PONTOS, APURA FECOMERCIO


Isso é que é fé na maionese!
E não me venham dizer que esse povo é mal humorado...

4 comentários:

rancorizando disse...

Agora pergunta se nessa hora tinha 1 CET fiodaputa pra organizar ssssaporra debaixo de chuva. Claro que não!
Mas sai de casa na hora do seu rodízio pra ver!
Ainda vou me embora pra Pasárgada viu...

Joaninha disse...

Tá vendo, tá vendo?!

A gente não é mau-humorado, frio, neurótico... A gente é muito castigadinho, é só isso.

E olha que tudo o que essa gente quer é conseguir chegar em casa depois de um cansativo dia de trabalho.

Eliz disse...

Todo dia me pergunto: o que eu, nascida na cidade das cinzas, estou fazendo aqui, e este é o dia mais propício para um suícidio. Adoro as notícias de economia. A Alice do País das Maravilhas tá sempre passeando por elas. E os jornalistas acreditam mesmo em fábulas!!! Socorro Monteiro Lobatooooooooooooooooo!!!!

Greice disse...

Realmente amiga, é de admirar essas criaturas bem humoradas da Gotan City. Após essa minha/nossa viagem e até que eu volte à Terra e à terra, fontes de inspiração serão muito bem-vindas! ;-))