domingo, 1 de julho de 2007

A histeria do iPhone

Às vezes eu me pergunto por que ficamos tão cegos diante das novidades. A semana passada, mais especificamente na última sexta, vivemos uma histeria coletiva, pelo menos no meu mundinho, por causa do lançamento do iPhone. O maldito telefone da Apple nem chegou no Brasil (e nem se sabe se vai chegar) e eu já não aguento mais ouvir falar nele.

Tudo bem, eu sei que ele é incrível. E quem sou eu pra meter o pau nas criações do seu Stev. Aliás, se um dia eu tiver a chance vou encomendar pra ele um iMan. Desing impecável, multi funcional, durável e de quebra não perde valor no mercado. Já pensou? Aí sim quero ver nega acampada na fila da Apple Store.

Mas devaneios a parte, esses ataques psicóticos em massa diante de qualquer coisa me irritam. Simplemente, porque perdemos o senso crítico. E isso vale para tudo. É febre do Orkut, é coqueluche (eita palavra cretina!) de Second Life... Ninguém nem sabe pra que serve, mas não se fala noutro assunto. Oh rancor!

É mais ou menos o mesmo efeito que acontece quando aparece uma carne nova no pedaço. Se a palhaça da figura é boa, todo mundo surta. Ninguém quer saber se o (a) fulano (a) é bacana. E só se fala nisso. Independente do gênero.

Eu mesma, quando resolvi parir o Puf estava assim. Tive uma nóia tardia por blogs. Tudo que eu fazia e pensava era um post. Eu tava quase vendo a vida em posts! Até que passou.

É, essa é a vantagem. SEMPRE passa. É meio como começo de namoro. Nessa fase você não consegue ver outra possibilidade na vida que não seja a de estar com o seu novo par. Até que a relação caminha, amadurece e vocês saem da histeria para uma relação saudável, onde um mais um continua sendo dois. Oh que bacana!

Uma hora todos se costumam com o iPhone e talvez até descubram as limitações dele...Eu espero. E assim a gente segue seguindo. Até que outra novidade aparece e a gente surta de novo.



;-)

4 comentários:

Camila disse...

só troco meu celular pink qdo chegar no Brasil um iphone pink!!!
Nossa relação já amadureceu, eu já não fico mais o dia inteiro olhando pra ele e pensando o qto ele é lindo, mas o amor ainda é o mesmo.

Roberto disse...

sera que um dia o Stive vai inverntar o iPhoda e vender sexo pelo iTunes?

Greice disse...

Ai amiga, nem me fala. Eu nessas minhas reuniões Telefonica-USP-Fapesp-ETC não tenho ouvido falar noutra coisa que não sejam essas inovações tecnológicas todas. É a taR convergência... mas o importante é não se fanatizar ou histerizar como você diz. Eu nem tô muito feliz com esse lance do iPhone, porque se é touchscreen, não é comigo. Eu preciso fazer curso, pois sou muito brusquinha, ahahahahahah, nada de toque sensível. Comigo é na porrada, mano!

Marcos Laercio disse...

I o q?