quinta-feira, 19 de julho de 2007

...

Ando numa fase pouco postante. Não sei o que é. Lógico que passada a histeria da novidade do blog em minha vida eu dei uma maneirada. Parei de hiperativizar os amigos descontroladamente para que lessem, relessem e comentassem (aqui e fora daqui).

Mas mesmo assim, essa fase que estou é diferente. Eu continuo escrevendo. Tenho vários posts no "Rascunho". Mas por algum motivo, não os finalizo nem posto.

Fico um pouco assombrada com aquele fantasma incoveniente do "você nunca dá continuidade a nada que começa". E ouço o eco das vozes de alguns amigos, que quando viram o Puf durar mais de um mês, falaram "Olha num botava uma fé que você tinha as moral de manter um blog".

Fico tensa, e me sinto obrigada a postar. Conseqüentemente broxo e não sai nada. E se sai eu acho impublicável. Talvez seja porque já escrevo por obrigação no horário comercial e o blog acaba sendo um scaps. E eu quero que flua sem dor. E se for com dor, que seja para ser sublimada por meio de palavras.

Não que eu tenha a pretensão da qualidade. Aliás, nem sei o que é bem como avaliar isso... Só não quero expor o que não me agrada.

;-)

4 comentários:

Joana disse...

Segundo a frase do moço Clive, a nossa começou quando nós duas descobrimos que qeuríamos desposar o Zé Ramalho. Feliz dia, amiga!

Joana disse...

:D

Greice disse...

Gentem, olha só, eu também sou louca pelo Ramalho, e faz tempo! Jô, você já tava grande no meu conceito, agora explodiu! risos... Lars, seguinte, eu tava sentindo a maior falta dos posts, já ia mesmo perguntar, mas... te apoio total quando não quiser postar. Até post tem que ser com prazer! ;-)

Roberta Nina disse...

Oi Lara!
Conheci seu blog fuçando na net. Acho que vi seu link no blog da Lelê (eneaotil) e adore suas histórias.
Um beijo,
Nina