quinta-feira, 28 de junho de 2007

Consciência eu morri?*

"Não minha filha, só amadureceu. Aliás, achei que isso não fosse acontecer nunca!"

Você descobre que está envelhecendo quando num sábado à noite o programa ideal dentre tantas opções é ficar em casa tomando um creme de queijo quentinho dentro de um pijama ingualmente no mesmo estado.

Quem diria heim? Depois de anos 100% balada, de repente, sua casa passa a ser seu lugar preferido e sua cama quentinha a melhor opção numa sexta-feira que fecha uma semana dura de trampo.

É, eu sempre gostei de uma furupa. Mas agora a coisa mudou. Não é depressão, nem TPM, nem nada de errado. É só o saco de se jogar que diminuiu. E tudo passou a ser mais difícil. Só de pensar em trânsito, estacionamento, filas...aaai que preguiça.

O seu ímpeto forever yang definitivamente se foi. E o melhor, você nem se incomoda com isso. Pelo contrário, até gosta. Vai pra casa e fica lá feliz com os 80 canais a cabo como companhia.

É minha gente, essa é a parte boa. E, de certa forma, acho que amadurecer deve ser isso mesmo. Perder aos poucos a ansiedade, querer mais do que quantidade e reconhecer uma boa oportuniade. Seja para se divertir a noite inteira, ir para casa dormir ou reunir a furupa toda em casa mesmo e morrer de rir.

;-)

*Frase da Dory, protagonista de Procurano Nemo.
Eu recomendo para o rejuvencimento! Aliás, provem...

7 comentários:

Camila disse...

- estamos procurando o filho dele, o Feno.
- é Nemo Dory, Nemo!!!

Adooooouro!

Marcos Laercio disse...

Bom saber que nao to envelhecendo sozinho...
Acrescido a tudo isso, lembremos que a gente tem muito mais responsabilidade do que antes, em geral trabalhamos camelisticamente sendo sugadas nossas energias vitais quase que incessantemente...Contas prapagar, dinheiro que nao tem, enfiom..problemas altamente melrose place! Ainda ter q se sair quando chega a sexta ?sem combate!
Envelhecemos - hmm...maturamos... melhor, nao?
Mais um sinal de que estamos "maduros"? Alguem ai tem paciencia com os teenagers que nao conseguem manter um nivel de conversaçao adequado pra qualquer ouvido comum - em bom portugues, eles gritam loucamente - e que nao sabem andar devagar e sempre - leia-se , SEMPRE - acabam te empurrando na fila do cinema? hmm..ai sim vejo que to velho.
Beijos de vovô a todos!

Marcos Laercio disse...

PS: e quando nao souberem o que fazer com os problemas, nao se esqueçam:
"continue a nadar...continue a nadar, a nadar, a nadar!"

Joana disse...

Éeeeegua, Laércio, que saudades!

Só posso dizer que estou nadando...

Roberto disse...

porra, eu não sei nadar...
no meu caso eu cantaria:
"não me deixe afogar.. não me deixe afogar... glump.. nunmp, gump... SOCORgumnhs... SoCnglums..."
ps: o ferna ja salvou minha vida! bj ferna!

Pherdna disse...

Porra salvei mesmo... as vezes me arrependo... HAhauhauahua Zueira, bjo procê tmb!

Eu nem preciso falar nada, já nasci velho, só preciso de um balcão pra me escorar e uma cerveja gelada. O resto se não envolver muito esforço filas e coisas do tipo eu até que encaro de vez em quando...

Greice disse...

Consciência, eu nasci... como diria o Leo, professor de Inglês mais procurado do universo Larissístico, "Variety is the spice of life!" Essa sua fase é aquela minha da kit perfeitinha da Liberdade, lembra? Eu tava numa paz tão grande que nem gostava de receber visitas, ahahah. Seja bem-vinda a esse momento maravilhoso, que logo se transformará em outro, e em outro, e em outro...