quinta-feira, 24 de maio de 2007

Palhaça marcante

Você sabe o que é ir apenas uma ou duas vezes em um mesmo lugar e as pessoas já lembrarem da sua cara e até do seu nome? Pois é, isso SEMPRE acontece comigo! E digo mais, nem é legal!

Eu costumo dizer que isso acontece porque tenho um palhaça* marcante. Não, não estou me achando. Até porque ter um rosto memorável não significa que você é a Gisele Bünchen ou o Ronaldinho (Tá bom, eu também não quero ter a cara dele). O significado é só um: as pessoas lembram de você.

No meu trabalho isso até que é bom. Como repórter preciso que as fontes associem a palhaça e a voz e aos textos e me contem TUDO! Mas o outro lado não é lá muito bom.

Por exemplo, todo mundo fazia merda na escola né? Pois é, mas eu era a primeira (e às vezes a única) a levar bronca no bonde da folia (bom esse nome né?) porque as professoras sempre lembraram da minha cara.

Outra. Todo mundo vai pro boteco, mas o garçom só lembra da "moreeena". Pronto, oh a fama de pé de cana! Não que eu não seja, mas convenhamos que não é sonho de consumo de ninguém ser um bêbado famoso.

Sem contar o agravante de que a minha cara não mudou quase nada ao longo da vida. Você não imagina o que é encontrar pessoas que estudaram com você na 3ª série e elas: "Nossa! Você não mudou nada em 20 anos!". Ou seja, todos os chatos que passaram pela minha vida me reconhecem. Saco!

Bom, eu refleti muito e acabei atribuindo isso, em parte, ao fato de eu ser "minoria" desse País. Afinal, somos uma nação formada por descendentes de europeus (né?). Temos aqui levas e levas de filhos e netos de portugueses, italianos, espanhóis, franceses, judeus. Mas africano é mato! Ninguém aqui descende da África, com exceção de uns gatos pingados como meus avós. HAUAHUAHUAHUAHUA

Logo, como temos "pouquíssimos" pretos no Brasil, os poucos que circulam por aí acabam sendo inesquecíveis. Tipo: "Olha! Um negro!"

Eu mereço viu!

*Palhaça: cara, rosto ou face, segundo o Pivo. O mesmo autor da bastoneta nicotinosa. É, ele é bom nisso!

;-)

8 comentários:

Joana disse...

Ô, afrodecendentezinha marrenta!

Posso fazer parte do Bonde da folia? Hein, hein?

Camila disse...

a Michele passa por algo parecido... japonês (eu não sabia) ainda é considerado um ser exótico. Já ouvimos frases ótimas como "nossa, dá de tudo mesmo nesse lugar, tem até japonês" hehehe...
já eu não sei o q é isso, tenho carinha de todo mundo... :D

carolzinha inha inha disse...

eu ñ me destaco mto pelo meu rostinho não e sim pelo tamanho, "aquela baixinha?!" .. siimmm sou eu! ...

bjo

Pherdna disse...

Não reclama não! ninguém quer ser só mais um rosto na multidão... nem vem...

Greice disse...

Lars, minha irmã mais nova (como vc diz), o documento que está em http://cdi.mecon.gov.ar/biblio/docelec/MU2392.pdf desmente parte do seu post de hoje e deveria servir de exemplo a qq racista idiota, já que eles, SIM, poderiam e deveriam tomar uma camaçada de pau da maioria vira-latas que compõe esse País, (onde eu me incluo com muito orgulho!) Você tem o rosto marcante porque você é LINDA, dentro e fora da sua herança racial e genética. E se você não entender de uma vez por todas que você é LINDA, eu vou promover uma greve, porque a moda agora é promover greves! ahahah. Te amo.

Castilho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Castilho disse...

Vc é marcante pq vc não pára de falar! E fala alto! haha
Bjo!

Anônimo disse...

Ei, morena, te conheco de algum lugar, nao?

Beijos,
Pivo

Obs: e obrigado pela 2a citacao.