sexta-feira, 13 de abril de 2007

Amanhã eu resolvo!

Às vezes queria conseguir não pensar. Tipo, apertar um botão e simplesmente desligar o cérebro. Não só esquecer (nisso eu sou boa, esqueço tudo!), mas apagar mesmo, dar um but, desconectar. Mesmo que fosse por uns 20 minutos, já seria o suficiente.

Já pensou? Alguém começa a te encher o saco e, como num passe de mágica, você se desliga. Enquanto a pessoa fala, fala, fala...Você se quer ouve ruídos, nem ecos, nem blá, blá, blá wiskas sache.

Ou então, antes de dormir. Naquele momento em que ficamos a sós com nossos pensamentos. Nessa hora, em que começamos a travar diálogos mentais com a nossa consciência ou com algum interlocutor imaginário que nos fez engolir palavras naquele dia, seria sensacional poder se desligar. !

Acho que os pensamentos, às vezes, parecem fantasmas que rondam nossa mente tirando nosso sono, nos atormentando com o que não poderá ser resolvido naquela hora.

Por isso acho que desligar para parar de pensar não é uma fuga. É só um: “Dá um tempo! Me deixa! Num quero saber disso, não agora! Amanhã eu resolvo”

E aí num outro dia, quando você puder agir, em vez de só perder o sono, eles voltam e você decide o que fazer. Não seria o máximo?

;-)

8 comentários:

Camila disse...

desligar seria ótimo mesmo... tipo um "nosso sistema não está disponível no momento". Tem pessoas, e essas sim eu invejo, que possuem o dom da audição seletiva. Eles só escutam o que querem... o que não querem vira bla bla bla Wiskas Sachê.
eu não tenho.

Roberto disse...

hahaha, seria o maximo mesmo, mais loko ainda seria esquecer de religar... "world abstracticion 4ever" (arrazei no ingreiz!)

Joaninha disse...

Às vezes também recorro ao Pessoa:

Depois de amanhã, sim, só depois de amanhã...
Levarei amanhã a pensar em depois de amanhã,
E assim será possível; mas hoje não...
Não, hoje nada; hoje não posso.


Poema todo aqui: http://www.insite.com.br/art/pessoa/ficcoes/acampos/adiamento.html

Tati Rodrigues disse...

Oooo se seria bom (...)

Fabiana Monte disse...

Nossa, seria tudo. Se eu tivesse uma penseira, já resolveria, sabe? Só uma penseirinha pra depositar os pensamentos infernais que ficam insistindo em popar no meu cérebro por mais que eu lute contra.

Évelin disse...

Lara estou viciada no seu blog principalmnete pq tudo bate, meu sonho é um botão de desligar para usar todo dia, toda hora se possivel e nâo engolir mais sapos!
Admiro quem tem essa capacidade!

Greice disse...

Amiga, nem me fala... lá com meus 18 eu li algo do Paulo Coelho no Diário de um Mago (podem me criticar, eu não ligo!) sobre essa segunda mente fdp! Aquela que toca o hino do SP enquanto você toma banho sem que vc seja saopaulino... pois é, essa mesma bandida conversa com os talheres enquanto vc seca a louça e te enlouquece com diálogos intermináveis... se você descobrir como pará-la, me avisa. Descobri que manter o FOCO (como estou fazendo agora) dá uma força, mas não é 100%, risos...

Lucas disse...

Leia "As Valkírias", do autor mencionado acima.